Conteúdo da Notícia

Experiências com atendimento virtual do Judiciário durante isolamento são retratadas no TJCE em Podcast

Publicado em: 30-07-2020

 

O TJCE em Podcast desta quinta-feira (30/07) aborda as experiências de usuários do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) durante o período de isolamento social provocado pelo combate ao coronavírus. As advogadas Laiane Mariele da Silva Freire e Kátia Bezerra, e suas clientes Leda Machado e Ana Caroline, elogiam a celeridade dos serviços prestados pelo Judiciário estadual. Durante a pandemia de Covid-19, o TJCE adotou o Teletrabalho, passou a realizar sessões e audiências por videoconferência, além de intensificar o atendimento eletrônico.

“A evolução com a digitalização dos processos físicos e as ferramentas digitais disponibilizadas no Teletrabalho pelo Judiciário favoreceram e foi o que permitiu a continuidade do nosso trabalho em home office. Essa possibilidade do Teletrabalho, feito em casa, no período da pandemia, só foi possível pelo acesso remoto das informações processuais”, reconhece Laiane Mariele.

Kátia Bezerra enfatiza que os serviços prestados pelo TJCE têm contribuído, de forma colaborativa, para a atuação da advocacia, além de dar uma resposta célere para a sociedade. “A gente verifica que o regime diferenciado de atendimento e o sistema do Teletrabalho têm possibilitado e tornado os atos judiciais mais céleres, eficazes e precisos”.

A comerciante Leda Albuquerque diz que se surpreendeu positivamente ao procurar o Judiciário. “Fiquei surpresa. Meu ex-genro foi preso e toda a situação dele foi resolvida por meio de audiência por videoconferência, num período curto de três meses. Eu precisei da Justiça e tudo deu certo, mesmo com toda essa situação do vírus que anda acontecendo”.

Ana Caroline, estudante de Direito, ingressou com uma ação na Justiça antes mesmo do início da pandemia. O caso é uma ação de expedição de alvará, na qual ela é beneficiária de pensão alimentícia. Com a ajuda de sua advogada, ela comprovou rapidamente o direito de receber os valores. “O processo foi concluso com rapidez. Pouco tempo depois do parecer do Ministério Público, minha advogada entrou em contato por e-mail com a Vara, umas duas vezes, e no período de 48 horas obtivemos a resposta. A sentença foi prolatada e o meu caso foi julgado procedente. A experiência que eu tive foi bem positiva, porque tudo aconteceu muito rápido”, comemora.

DICAS CULTURAIS

O TJCE em Podcast está com novidades. Agora, cada convidado sugere uma dica cultural de filme, livro ou série para os ouvintes. Também estamos com o Quadro “Dicas”, em que toda semana é apresentada uma opção de aplicativo útil para os afazeres do dia a dia. O TJCE em Podcast lança uma nova edição toda quinta-feira e pode ser acessado pelo aplicativo Google Podcasts ou pelo Spotify.