Conteúdo da Notícia

Em quatro meses de Teletrabalho, Judiciário do Ceará realiza 5,8 milhões de movimentações processuais

Publicado em: 31-07-2020

Dados da Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) mostram que o Judiciário estadual está com a produtividade em alta durante o período de Teletrabalho. Em quatro meses de atividades remotas (23 de março a 23 de julho) foram realizadas 5.821.698 movimentações processuais, sendo 212.941 decisões, 554.405 despachos e baixadas 211.648 ações. A produção do período teve ainda 168.007 julgamentos no 1º e 2º Graus, na Capital, Região Metropolitana e Interior, além de 4.674.697 expedientes diversos.

Os números expressivos devem-se ao investimento tecnológico do (TJCE) na digitalização de processos e em videoconferências, permitindo que sessões de julgamentos e audiências cíveis e criminais sejam realizadas num curto espaço de tempo, com sentenças proferidas. A inovação tecnológica tem possibilitado maior celeridade na condução das atividades administrativas e judiciais.

O presidente do TJCE, desembargador Washington Araújo, destaca que o “incremento tecnológico vem beneficiando principalmente o cidadão cearense que, ao buscar a Justiça, tem obtido respostas mais céleres de suas demandas. O nosso objetivo é melhorar e aumentar constantemente a prestação jurisdicional em prol da sociedade”.

ATENDIMENTO REMOTO

Os atendimentos aos usuários do Judiciário estão sendo realizados eletronicamente. O atendimento físico só será autorizado em situações excepcionais, nos casos de comprovação da necessidade de prática de ato judicial ou de outra providência, cuja realização não tenha sido possível virtualmente. O Judiciário cearense permanece focado nas atividades internas, priorizando o regime de TeleTrabalho. As medidas são uma forma de resguardar a saúde de magistrados, servidores, colaboradores e da população.