Conteúdo da Notícia

Estagiários de pós-graduação são recebidos pela Corregedoria-Geral da Justiça e pelo Fórum Clóvis Beviláqua

Publicado em: 10-06-2019

O corregedor-geral da Justiça do Ceará, desembargador Teodoro Silva Santos, recepcionou os estagiários de pós-graduação na Área Administrativa, que atuarão junto às Gerências Judicial, Extrajudicial e Administrativa da Corregedoria-Geral. O encontro ocorreu na tarde desta segunda-feira (10/06), e contou com a presença dos juízes corregedores auxiliares, Demétrio Saker Neto e Francisco Gladyson Pontes Filho. A iniciativa faz parte do Plano Estratégico do Poder Judiciário (2015-2020).

O corregedor-geral deu as boas-vindas e destacou a importância dos estudantes recém-nomeados na condução dos trabalhos realizados na Corregedoria-Geral nos próximos dois anos. “O Poder Judiciário do Ceará abre as portas para vocês, porque o futuro do Brasil está nas mãos dos acadêmicos. Não poderíamos ter uma mão de obra técnica melhor que a dos estagiários. Eu tenho certeza que vocês contribuirão para uma melhor prestação jurisdicional. Vocês, estagiários, são a soma que a Corregedoria está precisando”.

Na ocasião, a diretora-geral da Corregedoria, Rafaella Lopes, apresentou o organograma do órgão e explicou as principais competências e atividades realizadas. “É importante que vocês saibam que a Corregedoria é um importante órgão de orientação, que coordena a Gestão da Justiça de 1º Grau e os serviços realizados pelos cartórios”.

SEGUNDA TURMA DE ESTAGIÁRIOS DO FÓRUM

Também nesta segunda-feira (10/06) ocorreu a recepção da segunda turma de estagiários de pós-graduação que atuará no Fórum Clóvis Beviláqua, junto ao Núcleo de Produtividade Remota do 1º Grau. No dia 3 deste mês, já havia sido recebida a primeira turma, totalizando, agora, 184 estudantes de especialização, mestrado ou doutorado que irão unir os conhecimentos acadêmicos à prática jurídica, contribuindo com o julgamento dos processos, com foco nas unidades com maior demanda e taxas de congestionamento processual mais elevadas.

A diretora do Fórum, juíza Ana Cristina Esmeraldo, ressaltou que os estagiários encontrarão um ambiente muito rico para aprendizagem e uma oportunidade para descobrir e revelar seus talentos e habilidades profissionais. “É uma oportunidade ímpar, para cada um que agora inicia sua vida profissional, e mesmo para aqueles que já tenham algum exercício da profissão, de abrirem o horizonte e conhecerem as atuações dos ramos do Direito de forma mais próxima. Aqui poderão visualizar os processos desde o início até a fase final e encontrar inspiração para decidir o que querem fazer e também o que não querem”, disse.

O juiz auxiliar da Presidência do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), Alexandre Sá, ressaltou que esse é um programa prioritário para a atual Administração do Judiciário estadual. “O que a sociedade quer é a solução dos processos, a resolução das demandas. Vocês (estagiários) estão aqui para contribuir com isso, junto aos magistrados, e também para aprender. É um movimento duplo: à medida que vão aprendendo também vão contribuindo para a melhoria da prestação jurisdicional”, afirmou.

Também participaram da recepção aos estudantes no Fórum o superintendente da Área Judiciária do TJCE, Nilsiton Aragão; o juiz coordenador do Núcleo de Produtividade Remota do 1º Grau e vice-diretor do Fórum, Edson Feitosa; além dos demais juízes integrantes do Núcleo e representantes da Diretoria do Fórum e do TJCE.