Conteúdo da Notícia

Acusado de feminicídio é condenado a mais de 15 anos de prisão

Publicado em: 27-01-2017

O Conselho de Sentença do Tribunal do Júri da Comarca de São Gonçalo do Amarante (na Região Metropolitana de Fortaleza) condenou, nessa quinta-feira (26/01), o réu Luciano Matias de Sousa pelo crime de feminicídio. Ele é acusado de assassinar a esposa a facadas.

De acordo com a denúncia do Ministério Público do Estado, o caso ocorreu no dia 9 de junho de 2016, por volta das 7h, no km 60 da BR-222, localidade de Violete, em São Gonçalo do Amarante. Conforme o processo, ele chegou à casa da vítima embriagado e jogou água quente no corpo da mulher.

Em seguida, aplicou vários golpes de faca, causando a morte da esposa. No dia seguinte, foi preso em flagrante. A defesa negou a autoria do assassinato e pediu a absolvição. Em caso de não acolhimento, solicitou a desqualificação do crime para homicídio simples.

O Conselho de Sentença do Júri não acatou e decidiu pela condenação do réu. O juiz César de Barros Lima, titular da Comarca de São Gonçalo, fixou a pena em 15 anos e seis meses de reclusão em regime inicialmente fechado. O magistrado considerou três agravantes: motivo fútil, uso de meio que dificultou a defesa da vítima e o crime ter sido praticado contra pessoa maior de 60 anos.

O réu é reincidente, possui antecedentes criminais, além de ter conduta social marcada pelo cometimento de outros delitos, entre brigas, uso de entorpecentes e bebidas alcoólicas.