Conteúdo da Notícia

Estudantes assistem a júri simulado na Escola da Magistratura

Publicado em: 13-06-2018

Um total de 330 alunos do colégio estadual Dom Antônio de Almeida Lustosa assistiram, com grande curiosidade e muita atenção, a um júri simulado realizado no auditório da Escola Superior da Magistratura do Ceará (Esmec), na manhã desta quarta-feira (13/06).

A simulação de julgamento foi presidida pelo juiz Antônio Carlos Pinheiro Klein Filho, titular da 4ª Vara do Júri de Fortaleza, e fez parte das ações da III Semana Estadual do Júri, que ocorre até a próxima sexta-feira, dia 15. O esforço concentrado é coordenado pela desembargadora Francisca Adelineide Viana, que também prestigiou o evento.

Atuaram como acusador o promotor de justiça Pedro Olímpio Monteiro Filho, da 2ª Promotoria de Justiça Criminal de Fortaleza, e como defensor do réu o advogado José Armando da Costa Júnior, autor da obra “Temas Criminais à Luz da Jurisprudência do Tribunal de Justiça do Ceará”.

Integraram também a mesa dos trabalhos o procurador estadual Fernando Antônio Costa de Oliveira, Secretário Chefe do Gabinete da Vice-Governadora; e a diretora da Escola Dom Lustosa, professora Maria Djanine Medeiros Leão. Além de um aluno escolhido para ser o “réu”, outros sete foram indicados para fazer parte do corpo de jurados.

O Tribunal do Júri, criado no Brasil em 1822, é responsável por julgar crimes dolosos contra a vida, sobretudo homicídios. No júri, os jurados sorteados para compor o conselho de sentença declaram se o crime em questão aconteceu e se o réu é culpado ou inocente, cabendo ao magistrado decidir conforme a vontade popular. Ele lê a sentença e fixa a pena, em caso de condenação.

Fonte: Esmec