Conteúdo da Notícia

Esmec Artes consolida formação através da cultura com Patativa do Assaré e Belchior no encerramento

Publicado em: 29-11-2019

A segunda edição do Esmec Artes foi encerrada nesta sexta-feira,(29/11), reunindo dois expoentes da literatura e da música nordestina. A iniciativa da Escola Superior da Magistratura do Ceará (Esmec) se estendeu durante todo o mês de novembro com atrações culturais variadas e teve em seu encerramento apresentações do Sarau Beviláqua, com a obra do poeta popular Patativa do Assaré e um tributo ao cantor e compositor sobralense Belchior. A programação também incluiu o lançamento do volume 17.2 da Revista Themis, periódico científico da instituição.

O auditório da Esmec recebeu dezenas de magistrados, servidores, alunos da Escola e convidados que acompanharam leituras, vídeos, e apresentações com textos de Patativa do Assaré, promovidos pelos Sarau Beviláqua, com contribuição artística do Instituto de Assistência e Proteção Social (IAPS). O Sarau é organizado pelos juízes das Varas de Execução Penal da Comarca de Fortaleza.

O juiz coordenador da Esmec, Ângelo Vettorazzi, deu boas vindas ao público presente e se disse surpreendido, afirmando que já sabia da qualidade do Sarau, mas classificando a montagem na Esmec como deslumbrante. “Parabenizo os juízes e servidores das Varas de Execuções Penais e os parceiros envolvidos no Sarau. Vejo esse projeto como uma ideia de qualidade de vida, humanização, engajamento social, isso é importante em qualquer área das nossa vidas. Hoje temos Patativa do Assaré, que dispensa comentários a respeito da importância dele para poesia e para os nordestinos”.

O magistrado comentou ainda sobre a satisfação de encerrar a segunda edição do Esmec Artes. “Trazer arte e cultura para este ambiente com eventos abertos ao púbico representa muito para nós. O Poder Judiciário é muito mais que audiências, decisões e sentenças e nós sabemos que podemos fazer muito mais. Nessa segunda edição, aprimoramos a ideia de formar e informar através da arte”, finalizou.

REVISTA THEMIS

O último dia do Esmec Artes teve também o lançamento do volume 17.2 da Revista Themis. Esta edição teve o magistrado Saulo Gonçalves Santos e a advogada Ivogleuma Silva de Souza como autores de artigos científicos, cujas pesquisas foram apresentadas aos participantes do evento.

A programação incluiu ainda o show “Tributo a Belchior”, com direção musical e guitarra de Mimi Rocha, participação dos cantores Erickson e Monique Mendes e dos músicos Nélio Costa e Ricardo Pontes. A apresentação é uma homenagem à obra e à trajetória do artista cearense com músicas imortalizadas no cenário nacional e internacional.