Conteúdo da Notícia

Enquete TJCE: 49% dos entrevistados são favoráveis à proibição de canudos plásticos

Publicado em: 08-10-2018

Em Santos, litoral de São Paulo, o uso de canudos de plástico será proibido em bares, restaurantes, hotéis e pensões, a partir de 2019. Com isso, a Enquete do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) perguntou, durante a última semana, se os internautas são favoráveis à medida.

Das 288 pessoas que participaram, 140 (49% dos votos) concordam com a proibição. Para elas, a determinação preservará o ambiente por meio da redução do descarte de produtos plásticos, cujo processo de decomposição natural pode durar anos. Já 138 participantes (48% dos votos) são desfavoráveis. Argumentaram que o canudo é muito prático, barato e evita que as pessoas se contaminem por meio de recipientes que acumulam sujeiras, como as latinhas de refrigerantes. Outras 10 pessoas (3% dos votos) não têm opinião sobre o assunto.

Sancionada em 31 de julho deste ano, no Município de Santos, a Lei Complementar 1.010 estipula multa que pode chegar a R$ 1 mil para quem desrespeitar a nova regra. Para canudos feitos de materiais alternativos como papel ou metal, continua valendo a obrigação da embalagem em papel, conforme a legislação municipal.

A cidade do Rio de Janeiro foi a primeira capital brasileira a proibir, desde 5 de julho último, o uso de canudos plásticos em bares, restaurantes, hotéis, barracas de praia e todos os locais de consumo de bebidas.

Já está disponível, no Portal do TJCE, a nova enquete: De acordo com a Lei Trabalhista 11.644/2008, não é permitido empresas exigirem mais de seis meses de experiência profissional do candidato. Você já passou por situação semelhante? Participe!