Conteúdo da Notícia

Sabor de liberdade: Egressos do sistema prisional preparam coquetel para encerramento de curso

Publicado em: 04-09-2019

Pão, pizza, escondidinho de carne, bolos de chocolate, entre outras iguarias. Os pratos foram preparados por egressos do sistema prisional que concluíram curso na Escola de Gastronomia Social Ivens Dias Branco (da Secretaria da Cultura do Estado) e servidos, nesta quarta-feira (04/09), durante encontro de profissionais ligados aos projetos de ressocialização desenvolvidos pelo Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE). O evento, que ocorreu às 15h, discutiu parcerias para a oferta de vagas de aprimoramento profissional e cultural.

Na ocasião, todos os presentes conheceram os outros trabalhos do projeto “Aprendizes da Liberdade”, que reúne ações de reintegração social. Foi outra oportunidade de capacitação para os egressos, que concluíram o curso de gastronomia realizado durante três semanas do último mês de julho.

O encontro contou com a participação dos juízes das Varas de Execução Penal de Fortaleza, Luiz Bessa Neto, Luciana Teixeira de Souza e Cézar Belmino Barbosa Evangelista Júnior; do secretário da Casa Civil do Estado, Élcio Batista; do representante do Instituto Dragão do Mar, Paulo Linhares; e da professora Selene Penaforte, coordenadora da Escola de Gastronomia.

“Um dos objetivos do ‘Programa Um Novo Tempo’ é diminuir o preconceito e trabalhar na formação do cidadão. Quanto mais criarmos oportunidade de emprego e estudo para jovens que vieram a praticar delitos, estamos mostrando para a sociedade que é possível recuperar e que ela pode participar disso. O Ceará faz um trabalho muito bonito, tanto no aspecto de integração social do apenado como do jovem que ainda não delinquiu e está tendo oportunidade de estudar e adquirir novos conhecimento”, afirmou o juiz Cézar Belmino.

A ESCOLA
A unidade, que funciona no bairro Cais do Porto, em Fortaleza, é centro de pensamento, inovação, experimentação e de produção de conhecimento sobre gastronomia e cultura alimentar. O programa de formação é considerado pioneiro em termos de políticas públicas no país. A Escola faz parte das ações de cultura, economia criativa, juventude e turismo do Estado. É uma instituição de ensino público na área, com certificação em nível básico e técnico, mantida pelo Governo do Ceará por meio da Secretaria da Cultura, gerida pelo Instituto Dragão do Mar e patrocinada pelo Grupo M. Dias Branco, conjunto de empresas que fabricam alimentos.

“Essa é uma parceria fundamental para que possam desenvolver habilidades e capacidades. Uma vez que passam a dominar a linguagem e as capacidades, estão aptos a enfrentar o mundo, seja empreendendo ou oferecendo essas habilidades no mercado de trabalho para a construção de novas experiências de formação”, disse o secretário da Casa Civil, Élcio Batista.

Ainda segundo o secretário, a ideia é estender essa parceria para outras escolas do Governo. “Essas escolas têm papel fundamental na construção de oportunidades para a juventude. São prioridades das políticas públicas para que essas pessoas possam voltar à sociedade, conviver e estruturar famílias com mais capacidade de se desenvolver e de construir novas redes mais harmônicas e saudáveis.”

A superintendente da Escola, Selene Penaforte, também externou sua satisfação. “Ficamos muito felizes com essa parceria para oportunizar, por meio da gastronomia, possibilidades de criação, de autonomia dessas pessoas no mercado de trabalho. Desde a nossa inauguração, tem sido a nossa missão qualificar e formar pessoas para uma mobilização social. O curso foi um sucesso. A participação deles foi de intenso compromisso. Estamos degustando o resultado desse trabalho, que houve envolvimento, e já podemos colher histórias de sucessos a partir dessa formação”, disse.

“APRENDIZES DA LIBERDADE”
O “Aprendizes da Liberdade” é um dos oito projetos que formam o “Programa Um Novo Tempo”, do TJCE, que traz possibilidade de estudo e trabalho para apenados e quem já saiu do sistema carcerário. Todas as iniciativas têm apoio de outras instituições públicas e privadas. O “Aprendizes” é resultado da parceria entre TJCE, Governo do Estado, Prefeitura de Fortaleza, Instituto Promil e Grupo M. Dias Branco. Além da área de cozinha e formação de salgadeiro, atua na capacitação em designer de sobrancelhas, logística, marketing e vendas, inglês básico, eletricista predial/residencial e bombeiro hidráulico/sanitário.

Uma das beneficiadas pela iniciativa é a auxiliar de salão Dalila Sousa. “Essa oportunidade é, acima de tudo, um recomeço de vida para nós. Entramos aqui com uma cabeça e saímos com outra: aberta para o trabalho, para a família, para tudo. Aqui é uma família que recebe a gente como a gente é. Agora, eu quero seguir em frente e abrir o meu próprio negócio”.

Para ela, o ambiente do local auxiliou muito na sua ressocialização. “Aqui ninguém me olhou dos pés à cabeça, ninguém quis saber o que eu fui ou o que eu fiz da minha vida. Receberam-me do jeito que eu sou. A sensação de preparar esses pratos é uma felicidade. Cozinha é isso, fazer as pessoas felizes”, ressaltou.