Conteúdo da Notícia

Parceria entre Tribunal de Justiça e Federação de Lojistas do Estado vai agilizar demandas de empresas

Publicado em: 08-07-2020

Para atender demandas de pequenas e médias empresas, que tiveram suas atividades comerciais suspensas por conta da pandemia do novo Coronavírus, o Núcleo Permanente de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos do Tribunal de Justiça do Ceará (Nupemec-TJCE) firmou parceria com a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado (FCDL/CE).

A iniciativa, que começou em maio, busca identificar e antecipar as demandas que deverão ser intensificadas. “As empresas atuarão de forma proativa por meio da negociação e da conciliação extrajudiciais, evitando-se a judicialização de demandas que poderiam ser resolvidas de forma direta e consensual”, explica a supervisora do Nupemec, desembargadora Tereze Neumann.

Nos dias 2 e 5 de junho, o Núcleo promoveu curso online especializado, voltado para representantes regionais da Federação de Dirigentes Lojistas. A capacitação, denominada “Prevenção e Solução de Conflitos”, orientou para o adequado tratamento e encaminhamento das demandas dos associados.

Para Freitas Cordeiro, presidente da FCDL, a parceria com o Nupemec é fundamental no atual cenário ocasionado pela pandemia, porque “existem empresas que precisam realizar seus créditos, e outras convalescentes, buscando oportunidade de honrar seus compromissos. A ambiência é explosiva e necessita de muita cautela, capacitação e qualificação dos intermediadores para encontrar uma conciliação que pacifique os interessados.”

OUTRAS FINALIDADES
A parceria visa, ainda, ao desenvolvimento de projetos com empresas que possuem demandas em massa; a preparação de Centros Judiciários de Soluções de Conflitos (Cejuscs) do Interior do Estado para o atendimento na seara pré-processual; de questões relativas a débitos e créditos envolvendo pequenas e médias empresas, solucionando o conflito por meio de um trâmite processual simplificado; além da criação de câmaras de prevenção e solução de conflitos extrajudiciais vinculadas à CDL no Ceará.