Conteúdo da Notícia

Histórico: TJCE é finalista em duas categorias do Prêmio Nacional de Comunicação e Justiça

Publicado em: 30-09-2020

Pela primeira vez na história do Poder Judiciário, o Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) é finalista do Prêmio Nacional de Comunicação e Justiça 2020. Estão concorrendo dois projetos: novo “Judiciário em Evidência” (Categoria Programa de TV) e “Case Modernização do Judiciário” (Relacionamento com a Mídia).

Os vencedores serão anunciados durante Seminário Online (15 e 16 de outubro deste ano) que, em razão da pandemia, substituirá, excepcionalmente, o Congresso Brasileiro de Comunicação e Justiça (Conbrascom), adiado para 2021, evento anual de debates e trocas de experiências.

OS PROJETOS DO TJCE
O novo “Judiciário em Evidência” estreou em julho de 2019, com alterações no formato para se adequar ao atual contexto de interatividade e das rápidas mudanças, que exigem comunicação cada vez mais dinâmica. O programa, criado em 2012, tinha periodicidade semanal e se divida em reportagens factuais sobre eventos e ações do Judiciário e entrevistas em estúdio com representantes da Justiça e especialistas.

No modelo atual, ganhou estúdio virtual, nova identidade visual e trilha. Passou a ser mensal, aprofundando tema específico e com conteúdo mais atemporal, saindo do formato de telejornal para estilo mais próximo do documentário, com uso ampliado de recursos gráficos, sons e ilustrações. As histórias são costuradas de forma a contemplar os diferentes atores ligados ao assunto, contadas a partir da perspectiva dos personagens.

O trabalho editorial é feito pela equipe da Assessoria de Comunicação Social do TJCE, cabendo à MT Produções fazer a parte técnica. O “Judiciário em Evidência” integra o processo de comunicação estratégica e de aproximação com a sociedade e mantém o objetivo de mostrar o trabalho da Justiça cearense, com foco no interesse público.

Já o “Case Modernização do Judiciário”, tratou-se de um Plano de Comunicação voltado à imprensa cearense sobre os motivos e os objetivos da reformulação (agregação de comarcas sem fechamento de nenhum fórum) da Justiça do Ceará, evitando interpretação equivocada por falta de maior diálogo com os profissionais da mídia. O grande desafio era evitar que as mudanças fossem percebidas de forma negativa.

O projeto foi apresentado a jornalistas, radialistas e editores com a maior transparência e clareza, incluindo visitas às redações e fortalecimento do vínculo. Outro diferencial esteve no contato com as rádios do Interior, especialmente nas cidades que iniciaram o processo de mudança. Fontes do Tribunal concederam entrevistas por telefone em programas locais na hora do almoço, falando diretamente para a população. O Plano de Comunicação foi executado de 28 de novembro a 5 de dezembro de 2019, quando houve a aprovação da modernização pelo TJCE, ocasião em que ocorreu exibição de vídeo explicativo e coletiva de imprensa com o presidente do Tribunal.

DEMAIS FINALISTAS
O “Judiciário em Evidência” concorre com o “Programa Jornada (Tribunal Superior do Trabalho – TST) e “Programa Justiça do Trabalho” (TRT do Ceará), enquanto o “Case Modernização” disputa com “Atendimento à imprensa no caso João de Deus, maior denúncia de abuso sexual do Brasil” (TJGO) e “Gerenciamento de crise – Caso de Defensor detido pela PM em manifestação” (Associação Paulista de Defensores Públicos).

O PRÊMIO
O Prêmio, que está na 18ª edição e tem 13 categorias (incluindo Artigo Acadêmico), é uma realização do Fórum Nacional de Comunicação e Justiça (FNCJ), entidade sem fins lucrativos, formada por profissionais de comunicação que atuam no Poder Judiciário, Ministério Público, Defensoria Pública, Tribunais de Contas e instituições afins. O FNCJ realiza o Conbrascom (adiado para 2021 por conta da pandemia) e o Prêmio ao final do evento. Este ano haverá o Seminário Online de Comunicação e Justiça.