Conteúdo da Notícia

Assistência Militar do Poder Judiciário encaminha mais de 9 mil armas para destruição

Assistência Militar do Poder Judiciário encaminha mais de 9 mil armas para destruição

Publicado em: 26-06-2013

A Assistência Militar do Poder Judiciário do Ceará encaminhou, neste 1º semestre, 9.591 armas de fogo para serem destruídas. A medida atende à determinação do presidente do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), desembargador Luiz Gerardo de Pontes Brígido, conforme a Resolução nº 134, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Entre os armamentos estão fuzis, metralhadoras, rifles, pistolas e revólveres. Também foram apreendidos e enviados à destruição 14.738 cartuchos de diversos calibres, 15.529 estojos de munição, 200 kg de chumbo, 166 kg de pólvora e uma banana de dinamite.

O último lote do semestre (3.129 armas) foi enviado ao Exército nessa terça-feira (25/06). Entre 2011-2013, a Assistência Militar entregou para destruição 29.746 armamentos.

A incineração de armas visa colaborar com a segurança pública do Estado, reduzindo o estoque de material bélico dentro das unidades do Poder Judiciário. A ação impossibilita, de forma definitiva, o uso desse material para a prática de novos crimes. “A atual gestão TJCE tem promovido esforços para cumprir os prazos determinados pelo CNJ, informando de maneira transparente o destino que é dado às armas”, declarou o tenente coronel Herlínio Dutra.

A ação atende ainda à lei nº 10.826/2003, que dispõe sobre a destruição ou doação de armas de fogo apreendidas aos órgãos de segurança pública ou às Forças Armadas.