Conteúdo da Notícia

Presidente do TJCE anuncia medidas para atender a demandas dos oficiais de Justiça durante reunião com representantes sindicais

Publicado em: 26-06-2019

O presidente do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), desembargador Washington Araújo, esteve reunido, nessa terça-feira (25/06), com representantes do Sindicato dos Oficiais de Justiça do Ceará (Sindojus).

Na ocasião, foram apresentadas as medidas já adotadas para atender às demandas feitas pelos oficiais durante a visita do presidente à sala da Central de Cumprimento de Mandados (Ceman), no Fórum Clóvis Beviláqua, no dia 19 deste mês.

Uma das demandas já solucionadas foi a solicitação para que os oficiais tivessem, em seus computadores domésticos, instalado o software e-SAJ com a ferramenta VPN, que permite o acesso seguro à rede interna institucional. Dessa forma, o oficial poderá fazer a devolução do mandado sem precisar se deslocar necessariamente até o Fórum.

O presidente anunciou que já estão sendo providenciadas também as melhorias relativas às estruturas da Ceman, como a ampliação do espaço, o aumento da quantidade de computadores e instalação de mais pontos de rede.

“Nós reconhecemos o esforço que os oficiais de Justiça têm feito para realizar um bom trabalho, para que os mandados sejam cumpridos, e estamos buscando atender os pleitos apresentados sempre que possível. Buscamos manter com o sindicato esse clima de cooperação, bem como uma relação de lealdade e respeito, que contribuem para a solução das demandas”, disse o chefe do Judiciário estadual.

O presidente do Sindojus, Vagner Venâncio, ressaltou a postura democrática da atual gestão do TJCE, sempre disposta a ouvir as reivindicações. “A categoria viu que o presidente do Tribunal está indo in loco conversar, ouvir as sugestões, as críticas, as demandas, e isso já está trazendo resultados muito positivos”, elogiou.

Outro assunto tratado na reunião foi o projeto Oficial de Justiça Conciliador, que possibilita aos oficiais realizar mediação ou conciliação externa, no momento da diligência.

Essa experiência já está sendo posta em prática no Estado de Santa Catarina e deve ser trazida, em caráter de projeto-piloto, ao Ceará. “Por sugestão do próprio sindicato deveremos dar início ao projeto-piloto na Comarca de Itapipoca. A partir daí, vamos avaliar o resultado dessa iniciativa e, se for exitosa, replicaremos em todas as Comarcas do Estado do Ceará”, afirmou o presidente do TJCE.

Também participaram da reunião o diretor jurídico do Sindojus, Carlos Eduardo Oliveira; a secretária de Tecnologia da Informação do TJCE, Denise Olsen; o secretário de Administração e Infraestrutura do TJCE, Moisés Costa; e os superintendentes da Área Judiciária e Administrativa do TJCE, respectivamente, Nilsiton Aragão e Luis Eduardo de Menezes.