Conteúdo da Notícia

Desembargador do TJCE recebe nesta quinta-feira Medalha Boticário Ferreira

Publicado em: 22-10-2019

O desembargador Durval Aires Filho, integrante da 4ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE), será agraciado com a Medalha Boticário Ferreira, a mais alta condecoração da Câmara Municipal de Fortaleza. A solenidade de entrega ocorre nesta quinta-feira (24/10), às 19h30, na rua Dr. Thompson Flores, 830, bairro Patriolino Ribeiro, na Capital.

“É mais um reconhecimento que recebo com gratidão e humildade, mas que também só aumenta a minha responsabilidade”, afirmou Durval, que é magistrado há 23 anos, dos quais oito como desembargador. Recentemente, foi um dos vencedores do I Concurso Nacional de Literatura promovido pela Associação Brasileira de Magistrados e Academia Paulista de Letras, com o conto “Naus Frágeis”.

A iniciativa é do presidente da Câmara, vereador Antônio Henrique (PDT), que fará discurso de saudação ao homenageado, que também ocupa a cadeira de nº 40 da Academia Cearense de Letras (ACL) e é autor de seis livros, entre obras jurídicas e literárias.

A COMENDA
A comenda leva o nome de Antônio Rodrigues Ferreira (o “Boticário Ferreira”), político que se destacou como administrador quando assumiu a Prefeitura de Fortaleza, no período de 1843 a 1859, cargo que exerceu até sua morte. Ele nasceu no Rio de Janeiro em 1799.

A medalha foi instituída em 1981 pela Câmara de Fortaleza para premiar o mérito cívico do cidadão que se distingue pela notoriedade do saber, relevantes serviços prestados à coletividade, e exemplos de dedicação ao serviço público.

PERFIL
Durval Aires Filho – é formado em Direito pela Faculdade de Direito da Universidade Federal do Ceará (UFC), turma de 1979. Possui mestrado em Políticas Públicas e Sociedade pela Universidade Estadual do Ceará (Uece) e mestrado em Direito Constitucional pela Universidade de Fortaleza (Unifor). Possui, ainda, especialização em Análise Ambiental pela Universidade Estadual do Ceará e especialização em Direito e Processo Eleitoral pela Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA).

É desembargador desde janeiro de 2011. Ingressou na magistratura em setembro de 1986, como Juiz Substituto da Comarca de Farias Brito. Trabalhou nas Comarcas de Aurora e Tianguá. Em 1993, passou a atuar na 30ª Vara Cível do Fórum Clóvis Beviláqua. Um ano depois, assumiu a titularidade da 3ª Vara de Execuções Fiscais e de Crimes contra a Ordem Tributária, onde permaneceu até ascender à Justiça de 2º Grau.