Conteúdo da Notícia

Judiciário do Ceará promoverá campanha de sensibilização em favor da criança e do adolescente

Publicado em: 03-10-2017

A Comissão Judiciária de Adoção Internacional (Cejai) do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) planeja uma série de atividades para crianças e adolescentes em situação de acolhimento institucional. O lançamento da campanha ocorrerá nesta quarta-feira (04/10), às 16h30, no hall do andar térreo do Fórum Clóvis Beviláqua, em Fortaleza.

A programação especial será desenvolvida durante o mês de outubro, em comemoração ao Dia da Criança (12), e terá manhã de lazer e divulgação do programa de apadrinhamento do Judiciário, no qual o interessado pode ajudar financeiramente, afetivamente ou com prestação de serviços.

Nos dias 6, 7 e 8, a equipe promoverá divulgação do apadrinhamento, no Shopping Iguatemi, a partir das 10h30, em frente à loja C&A. A ação contará com apresentações de banda musical, coral, grupos de dança e capoeira, além de artesanato e exposição de telas e desenhos. Serão disponibilizados serviços do Setor de Cadastro de Adoção, projeto Anjos da Adoção, das Redes Acalanto e Adotiva, do Ministério Público e da Defensoria da área da infância e da juventude.

Já o momento de lazer será no dia 20, das 9h às 12h, na Casa José de Alencar. Às crianças serão ofertados lanches e recreação. Também haverá apresentações da banda “Bola de Sabão” e do grupo de teatro “Bila-Bilu”, com a peça “Monterices Lobatianas”.

PROGRAMA DE APADRINHAMENTO
Os três tipos de apadrinhamento (afetivo, financeiro e de prestação de serviço) foram regulamentados pela Resolução nº 13/2015, do Órgão Especial do TJCE.

Afetivo
Incentiva a manutenção de vínculos, ampliando as oportunidades de convivência familiar e comunitária. O voluntário pode visitar o apadrinhado na unidade de acolhimento, levá-lo para passear, passar fins de semana, férias escolares (por período não superior a sete dias), entre outras ações.

Financeiro
A pessoa contribuiu economicamente para atender às necessidades do acolhido, sem criar necessariamente vínculos afetivos. Pode custear os estudos, atividades extracurriculares, tratamentos de saúde, além de presentear com livros, roupas e outros bens.

Prestação de serviço
É realizada por profissional liberal que poderá executar, junto às instituições de acolhimento, cursos direcionados ao público infantojuvenil, custear atividades diversas que garantam acesso à dignidade, além de colaborar com serviços inerentes às atividades de voluntário.

CEJAI/CE
A Cejai, vinculada à Presidência do Tribunal, é o órgão central em adoção e acolhimento. O objetivo é fornecer, ao pretendente estrangeiro, a habilitação que autoriza a adoção internacional no Estado. Tem como missão prevenir, controlar e fiscalizar os procedimentos para impedir o tráfico de crianças e de adolescentes, garantindo a cidadania plena do adotado no país onde terá domicílio.