Conteúdo da Notícia

Advogados destacam agilidade do Judiciário em se reinventar durante pandemia por meio da tecnologia

Publicado em: 14-09-2020

Os serviços prestados pelo Judiciário cearense durante a pandemia têm contribuído para o desempenho dos profissionais do Direito que buscam os serviços da Justiça. Como medida de prevenção ao coronavírus, desde março, o Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE) adotou o TeleTrabalho, e passou a realizar sessões e audiências por videoconferência, além de intensificar o atendimento eletrônico.

As mudanças têm sido reconhecidas pelos profissionais da Advocacia. O advogado Marcel Sousa de Lima destaca a funcionalidade e agilidade do Judiciário do Ceará. “Não vejo os despachos e expedientes demorarem para serem realizados pelas varas e, vale ressaltar que, os casos de urgência estão sendo despachados como devem ser, cumprindo com a legislação processual”.

O advogado, que atua na área criminal na Capital e Região Metropolitana, aponta outras vantagens. “As audiências por videoconferência e o TeleTrabalho são medidas que estão agilizando alguns atos processuais e reduzindo custos de diligências da Advocacia, como por exemplo, deslocamento para varas, e principalmente para comarcas do Interior”.

Ele ainda elogia ainda o uso da tecnologia e sugere o atendimento por videoconferência para advogados, em determinadas situações, em substituição ao presencial. “As ferramentas de comunicação e os aplicativos como o próprio WhatsApp podem fazer toda a diferença na celeridade e agilidade na prestação jurisdicional”, disse.

Atuando na Área Cível, Trabalhista e Ambiental, a advogada Amanda Duarte destacou que o Judiciário estadual se reinventou neste período crítico. “O Poder Judiciário cearense parece ter encontrado nesse momento uma maneira de se reinventar. Apesar das dificuldades trazidas pela pandemia, a celeridade do Tribunal aumentou, bem como os julgamentos de processos e atendimento eficientes aos advogados”.

O advogado Moacyr Augusto Albuquerque, que atua tanto em unidades de Fortaleza como do Interior, considera que os atendimentos de servidores e magistrados estão “bem satisfatórios. Com relação às audiências por videoconferências, estão acontecendo de forma maravilhosa, já fiz mais de 100 teleaudiências”, elogiou.