Conteúdo da Notícia

Eventos abertos ao público promovidos pela Esmec prosseguem por meios eletrônicos durante pandemia

Publicado em: 27-07-2020

Indicador do Plano Estratégico da Escola Superior da Magistratura do Ceará (Esmec), a oferta de eventos abertos ao público é essencial para a disseminação do conhecimento como forma de interlocução com a sociedade. Durante o período de suspensão das atividades acadêmicas por conta da pandemia do novo coronavírus, as palestras e seminários que aconteciam regularmente no auditório da Esmec foram transferidas para o meio virtual.

Através de redes sociais como o Youtube (Esmec TJCE) e o Instagram (@esmectjce) e do sistema Cisco Webex, foram realizados ao todo 15 eventos abertos ao público em geral durante o período de isolamento social. A previsão é que essas atividades acadêmicas virtuais continuem acontecendo semanalmente até o retorno integral das atividades presenciais.

Na última sexta-feira (24/07), a Esmec realizou, em parceria com o Centro de Estudos e Treinamento da Procuradoria Geral do Ceará, o Webinário “Tributação em tempo de pandemia: perspectivas do disco e contribuinte”. O evento ocorreu via Cisco Webex, com debate entre o advogado e diretor do Instituto Cearense de Estudos Tributários, Schubert de Farias Machado, e a professora e procuradora da Fazenda Nacional, Denise Lucena Cavalcante. Em breve, o conteúdo estará disponível no Youtube.

Para além dos eventos promovidos pela Sede da Esmec, foi articulado durante o período de suspensão das atividades presenciais o projeto “Diálogo no Polo de Aprendizagem do Iguatu”. A iniciativa agregou servidores do Interior em reuniões que contemplaram diversas temáticas e convidados, com a finalidade de promover a inserção regional e a interiorização das ações educacionais da Esmec.

Juíza coordenadora do Polo, Yanne Alencar explica que a ideia foi fruto de conversas com colegas do Interior sobre a necessidade de readaptação e manutenção da atividade do Polo durante a pandemia. “O projeto aproximou virtualmente magistrados e servidores de todo o Estado, possibilitaram a disseminação do conhecimento e das boas práticas”, afirma.