Conteúdo

Des. Olívio Dorneles Câmara (1937, 1944 e 1948)

des_olivio_dorneles_camara (1)Nasceu em Recife a 19 de setembro de 1884, diplomando-se pela respectiva Faculdade de Direito em 1904.

Foi nomeado Juiz substituto do termo de Itapipoca, no dia 5 de janeiro de 1905, assumindo o exercicio do cargo no dia 6 de fevereiro seguinte.

Removido, a pedido, do termo de Itapipoca para o de São Francisco no dia 29 de outubro de 1906.

Removido, a pedido, para o termo de Lavras, atualmente Lavras da Mangabeira, em 5 de dezembro de 1908. Assumiu o exercício no dia 17 de Dezembro de 1908. Foi reconduzido no cargo de Juiz Substituto do Termo de Lavras em 18 de janeiro de 1909, assumindo o exercício no dia 6 de fevereiro de 1909.

Foi removido a pedido do termo de Lavras para o de São Francisco no dia 1º de julho de 1909. Foi nomeado Juiz de Direito da Comarca de São Francisco ( hoje Itapajé), no dia 13 de setembro de 1910, assumindo o exercício no dia 20 do mesmo mês e ano. Foi removido, por acesso, da comarca de São Francisco de primeira entrância para o de Aracatí, de 2ª entrância no dia no dia 10 de julho de 1915 e assumiu o exercício no dia 13 de agosto de 1926 datando a sua posse de 1º de novembro seguinte.

Esteve na Presidência do Tribunal de Apelação nos anos de 1937 e 1944 e na Vice-Presidência em 1936. Esteve quatro vezes à frente da Interventoria Federal quando em 1934 renunciou ao cargo de Secretário da Justiça, deixou o exercício da Interventoria e reassumiu o cargo de Desembargador.

Em 1944 quando na presidência do Tribunal inaugurou no pórtico Palácio da Justiça, o busto do notável jurisconsulto conterrâneo Clóvis Beviláqua em 8 de dezembro, dia da Justiça.