Conteúdo

Des. José Joaquim Domingues Carneiro (1892 e 1909)

des_jose_joaquim_domingues_carneiroNasceu em São Mateus em setembro de 1836 e bacharelou-se em Direito, na Faculdade do Recife no ano de 1863. Dedicou-se à advocacia e em 1865, ingressou na magistratura na cidade de São Bernardo das Russas onde residia sua família.

Foi Promotor Público de Aquiraz; Juiz municipal em São Bernardo das Russas, cargo em que foi reconduzido (1866-1872), Juiz de Direito das Comarcas de Inhamuns (1873); Granja (1879) e Baturité (1891). Por decreto de 21 de fevereiro de 1891 foi nomeado Desembargador do Tribunal de Apelação do Ceará, efetivando-se sua posse no dia 23 de março seguinte, sendo em seguida designado para o cargo de Procurador da Coroa, Fazenda e Soberania nacional perante aludido Tribunal.

Na Constituição do novo Superior Tribunal Cearense foi Desembargador Domingues Carneiro seu primeiro Presidente e conservou-se nessa investidura até ser aposentado. Coube ao Desembargador Domingues Carneiro instalar o novo Tribunal da Apelação criado pela Constituição Política de 16 de junho de 1891.

Exerceu mais os de Inspetor Literário de Aquiraz e Inspetor Escolar e delegado de polícia de São Bernardo das Russas. Foi membro do Congresso Constituinte do Estado como Presidente, de 6 de maio a 15 de janeiro de 1891 e de 1º de outubro do dito ano a 15 de janeiro de 1892.

Aposentou-se como Desembargador (Ato de 21de julho de 1909), nesse mesmo ano foi eleito Senador da República.

Faleceu em Fortaleza, a 9 de setembro de 1915.