Conteúdo da Notícia

Varas de Família e de Sucessões julgaram quase 14 mil processos no primeiro semestre de 2017

Publicado em: 17-07-2017

As 18 Varas de Família da Comarca de Fortaleza julgaram um total de 12.893 processos durante o primeiro semestre de 2017. O número representa média mensal de quase 120 sentenças proferidas por cada uma dessas unidades.

Além disso, o total de processos arquivados (14.684) supera a quantidade de processos novos que deram entrada no mesmo período (12.725), o que mostra que essas Varas têm conseguido reduzir o acervo processual. Em um ano, essa redução chegou a quase 10%, passando de 44.827, em junho de 2016, para 40.720, em junho deste ano.

Além dos julgamentos, as Varas de Família realizaram, de janeiro a junho, 8.327 audiências, proferiram 6.337 decisões interlocutórias e 40.265 despachos.

Já as cinco Varas de Sucessões julgaram, também no semestre, um total de 1.007 processos, proferiram 1.142 decisões interlocutórias e 12.318 despachos. Foram arquivados 2.465 processos, enquanto, no mesmo período, 1.482 novas ações foram distribuídas.

O balanço do semestre foi divulgado pelo juiz coordenador das Varas de Família e Sucessões, além de titular da 15ª Vara de Família, José Mauro Lima Feitosa. Para o magistrado, “os resultados positivos são atribuídos ao empenho dos magistrados e servidores, a despeito das deficiências estruturais já muito conhecidas, o que deve proporcionar à sociedade local uma crescente celeridade na efetiva entrega da prestação jurisdicional, em especial pela tendência permanente no acervo processual”.