Conteúdo da Notícia

Tribunal de Justiça decreta luto oficial pelo falecimento da desembargadora Helena Lúcia Soares

Publicado em: 13-04-2018

O Poder Judiciário do Estado decretou luto oficial de três dias em razão do falecimento, na tarde desta sexta-feira (13/04), da desembargadora Helena Lúcia Soares, integrante da 4ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE). O velório ocorrerá a partir das 22 horas, na Funerária Ternura, localizada na rua Padre Valdevino, 2255, em Fortaleza. A missa de corpo presente será às 9h30, no mesmo local. O sepultamento ocorrerá às 11h30, no Cemitério de Caucaia.

O decreto de luto foi assinado pelo presidente do TJCE, desembargador Gladyson Pontes. “É uma grande perda para o Poder Judiciário. Magistrada vocacionada, que deu significativa contribuição à judicatura cearense, de fino trato no relacionamento com as partes e demais profissionais do Direito e destacado senso de colegialidade no Tribunal de Justiça”, afirmou o presidente.

A medida foi publicada no Diário da Justiça desta sexta-feira (13), por meio da Portaria nº 536/2018.

PERFIL

Helena Lúcia Soares nasceu em 5 de janeiro de 1957, no Município de Caucaia, filha de Raimundo Nonato Soares e Terezinha David Soares. Iniciou a carreira como juíza da Comarca de Bela Cruz, em 1º de setembro de 1986. Pelo critério de antiguidade, foi promovida para a 1ª Vara de Pacatuba e, em seguida, assumiu a 1ª Vara de Granja. Por merecimento, ocupou a titularidade da 15ª Vara Criminal de Fortaleza.

A magistrada tomou posse como desembargadora em 15 de outubro de 2014, pelo critério de antiguidade, ocupando vaga aberta em decorrência da aposentadoria do desembargador Francisco Suenon Bastos Mota. Ela integrava o colegiado da 4ª Câmara de Direito Privado do TJCE.