Conteúdo da Notícia

Mais de 2 mil processos são julgados pela 3ª Câmara de Direito Privado

Publicado em: 11-01-2018

Os desembargadores da 3ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça do Cerará (TJCE) julgaram 2.234 processos em 48 sessões, sendo 43 ordinárias e cinco extraordinárias, realizadas no período de 25 de janeiro a 13 de dezembro de 2017. As apelações cíveis foram as ações mais recorrentes, com 1.478 decisões, representando 66,16% do total de ações julgadas.

Os magistrados também julgaram 354 agravos de instrumento; 240 embargos de declaração; 75 agravos internos; 35 agravos regimentais; 34 conflitos de competência; 12 habeas corpus; duas exceções de suspeição; duas cautelares inominadas; uma tutela cautelar; e um mandado de segurança.

Presidida pelo desembargador Jucid Peixoto do Amaral, a Câmara é composta pelas desembargadoras Maria Vilauba Fausto Lopes e Lira Ramos de Oliveira, além da juíza convocada Marlúcia de Araújo Bezerra. O servidor Bruno Pinheiro Jucá secretaria os trabalhos.

Nas 49 sessões realizadas em 2017, o Ministério Público do Ceará (MPCE) foi representado pelos procuradores Antônio Firmino Neto, Fernanda Maria Castelo Branco Monteiro, Ednéa Teixeira Magalhães, Suzanne Pompeu Sampaio Saraiva e Águeda Maria Nogueira de Brito. A Defensoria Pública estadual foi representada por Jussier Pires Veira.

As reuniões do colegiado acontecem às quartas-feiras, a partir das 8h30, na sala de sessões do 2º andar do Palácio da Justiça, no Cambeba.