CEJAI

logo_cejai

Se um dia te sentires sozinho, lembra-te que, em algum lugar do mundo, sempre existirá alguém desejando tua companhia;

Se um dia teu lar te parecer vazio, não olvides que há muitos querendo um lar e não o têm;
Se um dia achares que tua vida não tem sentido, procura e acharás quem te pode dar a verdadeira razão de viver;

Se um dia te conscientizares que chegou a hora de libertar o amor recolhido no teu peito, não hesites, vai à luta e, certamente, encontrarás quem dele necessita para se fazer homem de bem. Não tenhas medo. Informa-te o suficiente para saberes onde poderás achá-lo e o que terá para te oferecer, pois, como refere a oração de São Francisco, é dando que se recebe, é amando que se é amado.

Ama, pois, uma criança, vítima do abandono, das misérias do mundo, que nunca teve lar e que nunca soube o que é ter família. Não te preocupes com a cor de sua pele, com o sangue que corre nas suas veias e com as tendências que poderá ter. Ama-a, simplesmente e demonstra todo esse amor em cada dia de tua vida. Deus fará o resto.

ADOÇÃO, UM ATO DE AMOR.

Texto: Desa. Huguette Braquehais